Books

#Resenha: Cuco – Julia Crouch

Comecei a ler Cuco com um pé atrás. Apesar de já ter visto o livro na grande maioria dos bookshelf tours que assisti, as opiniões sobre ele eram bem negativas. A mesma coisa acontecia no Skoob. Mas, mesmo assim, resolvi dar uma chance. E acabei gostando muito!

Cuco.indd

O livro conta a história de Rose, que vive uma vida tranquila, em uma casa construída em uma cidade pequena, praticamente no campo. Apesar de seu casamento com Gareth ter sofrido algumas turbulências, recentemente, o término de sua nova casa e a chegada de sua segunda filha parecem selar o começo de um período de paz.

Rose é a típica dona de casa perfeita dos anos 60. Adoro os trabalhos domésticos e sua grande aspiração é educar bem suas filhas e viver tranquilamente, longe dos perigos da cidade grande.

article-0-1A28264D000005DC-137_634x508

Mas tudo muda quando sua amiga de infância Polly liga para dizer que seu marido morreu em um acidente de carro e que ela está voltando para os Estados Unidos, com seus dois filhos. A relação entre Rose e Polly sempre foi muito estreita. Passaram uma infância terrivelmente difícil, apoiando-se sempre uma na outra.

Rose então decide convidá-la para morar com eles por um período, até que ela consiga atravessar o luto e se reestabelecer. O convite logo gera uma grande tensão com Gareth, que apesar de ter sido amigo do marido de Polly, não consegue suportá-la. Mesmo assim, acaba acatando a vontade de Rose.

Mas quando Polly chega, tudo começa a mudar. Acidentes inexplicáveis e segredos do passado começam a vir a tona. Nada era tão perfeito quanto parecia!

A leitura é muito rápida! A primeira parte é um pouco cansativa, mas do meio para o final fica difícil largar o livro. Gostei até mesmo do final, que foi muito criticado. Achei que foi coerente com a personalidade dos protagonistas, principalmente com o desejo de Rose de manter tudo perfeito. A única grande crítica fica pela falta de confrontos. Muitas vezes, você está aguardando ansioso por um diálogo, em que tudo seja colocado às claras, e ele nunca acontece.

Mesmo assim, gostei e recomendo. Me lembrou muito A Mão que Balança o Berço!

133542

Adquira o livro pelo link da Amazon e ajude o blog a se manter no ar!

Previous Post Next Post

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Rodrigo 25 de abril de 2016 at 12:52

    Eu amei esse livro… eu demorei um pouco menos para ler ele do que geralmente leio um livro, ele me prendeu de diversas formas

    • Reply priscilabale 7 de março de 2017 at 12:58

      Olá, Rodrigo! Também gostei muito do livro! Apesar de várias pessoas terem uma opinião negativa sobre ele. Essa é a grande importância de lermos e daí formarmos nossa opinião! Obrigada pela visita!

    Leave a Reply

    FACEBOOK

    ÚLTIMOS POSTS

    INSCREVA-SE

    Priscila Bennati Santana

    Priscila Bennati Santana

    Formada em Veterinária, mas apaixonada por Publicidade! Trabalho, felizmente, em uma agência em que posso unir esses dois amores. Viciada em livros, séries, filmes, música e na vida, propriamente dita! E, principalmente, uma serva de Deus! "Quando o SENHOR trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham. Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o Senhor a estes. Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres." Salmos 126:1-3

    Arquivos

    Categorias

    TAGS

    Meta

    best rv shower head