Books

#Resenha: O Diário de Bridget Jones – Helen Fielding

“I’m no good at anything. Not men. Not social skills. Not work. Nothing.”
― Helen Fielding, Bridget Jones’s Diary

Hora de falar sobre o meu chick-lit preferido: O Diário de Bridget Jones, da Helen Fielding. Conheci a história primeiro com o filme, que é divertidíssimo!!! Não tem como não amar a Bridget e todas as suas loucuras. Logo, o livro virou meu objeto máximo de desejo! E não me decepcionei nem um pouco. Tanto o livro, quanto o filme são perfeitos!

o-di-C3-A1rio-de-bridget-jones

Dá uma olhada na sinopse:

“Livro que inspirou o filme estrelado por Renée Zellweger. O romance relata um ano na vida de Bridget Jones, uma mulher solteira, de trinta e poucos anos, que luta com todas as forças para emagrecer, encontrar um namorado, parar de beber e largar o cigarro. Uma história aparentemente comum, mas narrada em estilo impecável e extrema sensibilidade. Numa demonstração de acuidade, a autora tira do cotidiano de uma balzaquiana a matéria-prima para um livro memorável.”

bridget-jones-diary-cover-mech-large

Parece até sério, né? Mas é comédia da melhor qualidade. Bridget é a personificação perfeita de nossas ansiedades e inseguranças. Talvez bem mais exagerada e azarada, mas nos reconhecemos nela a cada minuto.

A história começa no feriado de Ano Novo. Bridget está novamente passando a data na casa de seus pais, com trinta e poucos anos e … solteira! Só quem é solteira, sabe das dificuldades desta situação! Logo ela é arrastada para mais uma festa dos amigos de seus pais, que irão examinar cada centímetro de sua vida para descobrir qual seu problema … além de tentar arrumar um namorado para ela. E é aí que conhecemos Mark Darcy. Mark é um advogado bem sucedido que acabou de se divorciar. Óbvio, vira o alvo perfeito para a mãe de Bridget e suas amigas. Mas ele não parece se interessar nem um pouco por Bridget e está sempre falando as piores coisas que uma mulher pode ouvir.

“It struck me as pretty ridiculous to be called Mr. Darcy and to stand on your own looking snooty at a party. It’s like being called Heathcliff and insisting on spending the entire evening in the garden, shouting “Cathy” and banging your head against a tree.” 

bridget-jones-diary-edge-of-reason-movies-2227429-1024-768

Bridget, então, decide mudar de vida: emagrecer, ser bem sucedida no trabalho, parar de fumar e, finalmente, encontrar um homem que valha a pena. Para acompanhar esta jornada, ela decide criar um diário.

Passamos, então, a acompanhar seus dias divertidíssimos, suas desilusões, sucessos e fracassos, através de seus comentários viciantes em seu diário.

vlcsnap-2012-01-02-17h34m10s99

O Diário de Bridget Jones é maravilhoso! Livro para todos os momentos, principalmente aqueles em que você está se sentindo um pouco para baixo. Injeção de ânimo instantânea!

“Resolution number one: Obviously will lose twenty pounds. Number two: Always put last night’s panties in the laundry basket. Equally important, will find sensible boyfriend to go out with and not continue to form romantic attachments to any of the following: alcoholics, workaholics, commitment phobic’s, peeping toms, megalomaniacs, emotional fuckwits or perverts. And especially will not fantasize about a particular person who embodies all these things”

tumblr_marc2dVy3x1rsyukao1_r1_1280

Ah, e não deixe de assistir ao filme. Imperdível!

big_bridget_joness_diary_making_a_comeback-dfb3a48690e676d84ce2724b2c007a69

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply